Anfíbios anuros (métodos de estudo)

Ante os relativamente poucos estudos na área da herpetologia e a grande complexidade da anurofauna brasileira, não há um método rígido de estudo seguido por todos.

A princípio pode-se estudar os anuros das seguintes formas:

- descrevendo a história natural de uma espécie ;

- estudando e descrevendo uma comunidade de anuros em uma determinada área.

Descrevendo a história natural de uma espécie.

O primeiro método resume-se em estudar a história biológica do animal escolhido, ou seja, fazer um levantamento e descrição de toda a sua vida desde o nascimento até a morte, registrando todas as suas atividades em vida e seu relacionamento com o meio em que vive. Este método exige prévio conhecimento da bibliografia existente sobre o animal e muita observação de campo.

Escolhido o anuro para estudo, passa-se a procura-lo em seu habitat natural. Encontrado, deve-se descrever todo o ambiente em que ele vive , localizando-o perfeitamente no espaço para futuramente poder ser re-estudado e comparado. Todas as atividades do animal devem ser registradas, como forma de procriação, alimentação, predação, vocalização  etc. De posse do máximo possível de dados, passa-se a descrever a sua história natural.

Estudo de comunidade de anuros

A outra forma, de estudar de uma comunidade de anuros em determinada área, é mais complicada porque envolve várias espécies e suas interligações. Primeiramente escolhe-se uma determinada área descrevendo a sua posição, a forma de vegetação, relevo e clima. Posteriormente, deve-se planejar viagens regulares ao local durante todo ano para se ter melhores dados sobre várias características dos anuros como: época de procriação e sua duração.

Importante neste método é coleta de exemplares tipo para comprovação cientifica, depositando-os em entidades públicas de preferência, para proporcionar possibilidade de exame e conferência por parte de outros herpetolólogos, elaborando-se também lista das espécies existentes na área. Evidentemente a coleta deve ser autorizada previamente pelo órgão competente.

Com este método pode-se estudar várias espécies e sua interligações entre elas próprias e o meio ambiente, fornecendo conhecimento abrangente sobre a anurofauna da região estudada, bem como serve para constatar a existência da comunidade no espaço temporal, sendo por este último fato de extrema importância para estudos futuros quando de estudos sobre a distribuição de espécies, já que com o desenvolvimento muitos ecossistemas estão em fase de degradação e mesmo de extinção.

Qualquer que seja o método de estudo o importante é registrar o maior  número possível de dados, para que seja feito um trabalho mais completo, abrangente e eficiente.

————————–

Antonio Silveira: última atualização (org.texto):09/11/2011

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 20 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos