Introdução

Definição:
“É a ciência sócio-cultural que estuda as manifestações de cultura espontânea dos integrantes da sociedade letrada. Com base nessa conceituação, o homem das sociedades ágrafas (sem escrita) não é objeto de estudo do folclore. O que o folclore estuda é o processo de transculturação, isto é, a contribuição e a influência das culturas que interagiram, com o decorrer dos tempos, e continuam a interagir, na formação da cultura espontânea brasileira.” (Maria do Rosário S. Tavares de Lima, diretora-administrativa do Museu do Folclore de São Paulo)
A palavra folclore deriva do inglês folk-lore, folk (povo), lore (conhecimento empírico, sabença). Se criador foi o arqueólogo inglês William John Thoms (16/11/1803- 15/08/1885).
Características indispensáveis do fato folclórico:
1. Ter função (espiritual ou material) no meio social onde ocorre;
2. Não sofrer influência direta dos outros tipos de cultura: erudita e de massa;
3. Ter aceitação coletiva (da grande maioria).
A expressão de cultura espontânea pode ter autor conhecido, a exemplo dos artistas plásticos folclóricos e autores de modas-de-viola e cordéis. Pode dar-se por transmissão escrita como acontece com as rezas milagreiras e receitas culinárias ou terapêuticas.
Expressões folclóricas são geralmente (mas não obrigatoriamente) tradicionais. São exemplos a adoção do “amigo secreto” e das cores das roupas usadas na passagem do ano, com grande força atualmente, mas de aceitação relativamente recente, isto é, contemporânea.
Podemos também definir folclore como: o conjunto de mitos, crenças, histórias populares, lendas, tradições e costumes e outras manifestações adquiridas e desenvolvidas espontaneamente pelos homens em sua convivência, que são transmitidos de geração em geração, que faz parte da cultura popular.
O folclore é a expressão cultural mais legítima de um povo.
Ainda, segundo Niomar de Souza Pereira (Folclore -Teorias- Conceitos- Campo de Ação. Cia Editora Nacional-São Paulo, 1986), a cultura se manifesta em três modalidades:
Erudita: que é transmitida por exsmplo por escolas, universidades, igrejas, imprensa e cinema.
Espontânea: aprendida informalmente com a convivência entre os homens, do nascimento até a morte; e,
Popularesca: produzida ou divulgada por pequenas ou grandes empresas, geralmente comerciais e de consumo (chamada de massas ou popular).
Cultura espontânea compreende o conjunto de conhecimento aprendidos na convivência e é fruto da experiência empírica entre os homens, é conhecida como FOLCLORE.

Características principais:
- é popular
- emana do saber cultural
- constitui-se em uma tradição
- é transmissível notadamente pela oralidade e pela pratica
- faz parte do conhecimento coletivo
- espelha uma situação ou ação
- tem caráter universal
- é anônimo, pois desconhecem-se seus criadores
- é criatividade livre e espontânea de um povo.

Patrimônio cultural
O folclore como expressão do povo faz parte de sua riqueza cultural e portanto está inserido no patrimônio cultural.

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 20 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos

Warning: implode() [function.implode]: Invalid arguments passed in /home/storage/5/7c/30/aultimaarcadenoe/public_html/wp-content/plugins/wp-dynamic-meta-keyword-and-description-for-wordpress/wp-dynamic-meta-keyword-description.php on line 21