Criação de espaços territoriais protegidos

Os Municípios devem também exercer efetivamente as formas administrativas de proteção ao meio ambiente através da criação de áreas de proteção ambiental (APAs), bem como Parques Públicos, Hortos, Estações Ecológicas etc, possibilitando além da preservação a utilização de parte deles como recreação e de educação ambiental para a população.
Um exemplo a ser seguido é o da cidade de Curitiba (PR) que é considerada uma das cidades do Brasil com o maior índice de área verde por habitante- 21 milhões de metros quadrados, ou seja 52 m2 por habitante, e mantém cerca de 170 espaços verdes preservados, entre bosques, parques,  jardins ambientais e praças, segundo matéria do jornal “O Estado do Paraná” de 06.2.98.
Na cidade de São Paulo, apesar do índice não muito elevado de área verde, existem 31 parques municipais e dezenas de praças.
Paralelamente poderão ser instituídos viveiros de plantas nativas de preferência para a arborização da cidade, vias e estradas. Isto possibilitará grande economia ao Município que estará ao mesmo tempo gerando empregos para botânicos, paisagistas, plantadores etc.
Os viveiros de plantas podem ser em parceria com a comunidade e com certeza serão bem aceitos pelos empresários que podem obter também vantagens com o marketing ambiental.
No mesmo sentido poderá o Município manter locais de guarda e recuperação de animais silvestres, que como os viveiros de mudas trarão resultados expressivos em termos ambientais.

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 20 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos

Warning: implode() [function.implode]: Invalid arguments passed in /home/storage/5/7c/30/aultimaarcadenoe/public_html/wp-content/plugins/wp-dynamic-meta-keyword-and-description-for-wordpress/wp-dynamic-meta-keyword-description.php on line 21