SABIÁ SOLITÁRIO

SABIÁ SOLITÁRIO

Turdus rufiventris1-JdBotanicoSP-BR-6-11-15-ASilveira

Hoje bem cedo ouvi um cantar

Era o sabiá de meu bairro

Solitário a clamar

Com seu peito vermelho

forte e robusto

ficava a entoar

ladainha orquestrada

à fêmea chamar

O tempo passou

e nada encontrou

É que hoje não há

nenhuma fêmea por lá

Então, com a siringe em dor

O singular cantor

terminou seu dia

Sem encontrar um amor

——-

São Paulo,05-9-1997

Antonio Silveira

————-

Publicado on line em 30-11-2015, em www.aultimaarcadenoe.com.br

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 25 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos