O que são? Qual a sua importância?

- O que são?
Manguezal é definido como: “ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, característico de regiões tropicais e subtropicais, sujeito ao regime das marés” (YARA SCHAEFFER-NOVELLI (Manguezal ecossitema entre a terra e o mar. São Paulo, Caribbean Ecological Research, p7,1995)

- Importância
Os manguezais existentes em praticamente todos os continentes que estão nas regiões tropicais e subtropicais, alcançando maiores extensões nos estuários ou locais de geográfica plana onde a maré tem maior fluxo.
No Brasil representam uma área de cerca de 25.000 Km2 e segundo a referida autora (obr.cit.,64p,) ocorrem em quase todo o litoral brasileiro desde o Oiapoque ao extremo setentrional, até Laguna em Santa Catarina.
O fato dos manguezais serem o aparador do mar e o elo de ligação entre este e a terra firme, faz com que recebam riquíssimos compostos orgânicos como restos de folhas, excrementos de animais e sais minerais da própria terra pela força da maré, o que lhes dá uma destacada função no condicionamento biológico, favorecendo a alta produção (YARA SCHAEFFER-NOVELLI. Ecossistema Manguezal e suas comunidades. Curso de Difusão Cultural, Depto.Ecologia USP. 3 a 7/6/91. 1991).
Além de forte base energética solar, fornecem subsídios de outras fontes naturais de energia, sendo um sistema que produz um excedente de matéria orgânica , a qual pode ser exportada para outros sistemas ou armazenadas conforme EUGENE ODUM (Ecologia. Ed.Guanabara. pg.105.1988).
Segundo ainda Walter Larcher LARCHER (Ecofisiologia Vegetal. EPU Editora Pedagógica e Universitária Ltda; pg. 10/11,1986 ) “os sistemas ecológicos são capazes de auto-regulamentação equilibrando as relações de interferências ante a grande capacidade de adaptação de seus organismos vivos “.
Do que se conclui que se há uma sobrecarga anormal haverá um desequilíbrio danoso, de forma que existe um limite de suporte que deve ser respeitado, e o ecossistema dos manguezais não foge a regra. A alta salinidade a que está exposto e a pouca oxigenação de seu solo, tornam este ecossistema muito particular com demanda de muito esforço de adaptação de seus componentes vegetais, o que exige por sua vez um alto grau de especialização de sua flora, reduzindo a diversidade vegetal a algumas espécies altamente adaptadas às suas condições especiais, e consequentemente também reduz a diversidade animal.


FLORA : Os manguezais do Novo Mundo têm menos de 10 espécies e os do Velho Mundo mais de 40, mas apesar disso os manguezais que ocorrem no NW do Continente Americano e da região oriental do litoral da Venezuela (Golfo de Paria) até S.Luis, no Maranhão (Brasil) alcançam maior desenvolvimento em vista das precipitações pluviais e das grandes marés (SCHAEFFER-NOVELLI, Yara & CINTRON, Gilberto.1990. Status of mangrove resech in Latin America and the Caribbean. Bolm. Inat. oceanogr. S.Paulo.38(1): 93-97.1990 ).
Nos manguezais brasileiros predominam três espécies vegetais, as quais, pela uniformidade de cada região, determinam o nome popular do mangue em:
- mangue vermelho (Rhizophora mangle);
- mangue preto (Avicennia schaueriana) ;
- mangue branco ( Laguncularia racemosa).
A grande maioria das árvores típicas do manguezal apresenta reprodução por viviparidade, que consiste na permanência das sementes na árvore-mãe até que se transformem em embriões, chamando-se estas estruturas de propágulos que acumulam reservas nutrientes para que sobrevivam por períodos longos até que encontrem o local apropriado para fixação. Além destas espécies que determinam as características principais de um mangue, existem outra formas vegetais como várias espécies de epífitas como bromélias. Há, ainda, várias formas de gramíneas.


FAUNA: Encontramos também neste ecossistema muitos insetos, moluscos, crustáceos, mamíferos e aves. Entre estas últimas encontramos no Brasil as garças, socós, mergulhões, colhereiros  e o raríssimo guará vermelho (Eudocimus ruber), ave ameaçada de extinção.

FUNÇÕES PRINCIPAIS: além de sua importância pela flora e fauna que guarda, sua importância cresce ainda mais se considerarmos suas relevantes funções biológicas, como por exemplo:
- formar uma barreira de proteção das áreas ribeirinhas diminuindo as inundações;
- proteger a terra ante a força do mar , retendo sedimentos do solo;
- filtrar os poluentes, reduzindo a contaminação das praias;
- é uma grande fonte de alimento para a população ribeirinha;
- fornece proteção aos alevinos;
- grande fonte alimentar aos peixes, moluscos e crustáceos,
- constitui-se enorme gerador de plâncton.
Portanto, os manguezais têm importância primordial para a vida de milhares de espécies, incluindo aí o a própria espécie humana, de forma que merecem proteção. por Antonio Silveira

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 20 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos