Crepúsculo na floresta

CREPÚSCULO NA FLORESTA

O dia todo o sol ardeu

E com o mormaço sufocante

Que se espalhou num instante

A bicharada de calor gemeu

No interior da floresta

Na sombra que resta

Alívio esperado

De um ser alarmado

Mas a tarde logo cai

E com o ela o sol se vai

Iniciando o crepúsculo esperado

Sombras invadem a mata

O calor fica de lado

O pôr do sol é o que resta

—————-

Antonio Silveira, PN. Itatiaia-RJ- 03.1.1995.

(www.aultimaarcadenoe.com.br – Publicação on line em 03.4.2013)

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 20 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos
javaversion1