Lista de aves da Serra do Lopo,Extrema-MG,Brasil / Birds of Serra do Lopo,Extrema,MG,Brazil

foto1-pedra do cume                                                                                                             foto2-trilha na mata

PORTUGUÊS / ENGLISH

A Serra do Lopo é um fragmento montanhoso parcialmente isolado do complexo Mantiqueira, localizada no município de Extrema-MG, na divisa com Joanópolis-SP, tendo ao sul a represa de Jaraguá, ao norte a Serra de Itapeva, a leste Joanópolis e a oeste a Serra de Anhumas. Trate-se de um dos mais bonitos contrafortes da Mantiqueira.

Possui um complexo florestal interessante, pois preserva remanescentes da floresta atlântica montana, já que tem altitudes que variam de 900 a 1780 metros, altitude máxima esta no Pico do Cume ou Pedra do Cume, 22º54’15.32”S/46º20’40.28”O (foto1).

É um local muito propício ao turismo de observação da natureza, principalmente para a observação de aves, ou birdwatching, pois além da estrada principal que serve para a manutenção das torres de comunicação instaladas no alto da serra, a qual é utilizada também para acesso as Pedras: da Torre, das Cabras, das Flores, do Cume (também conhecido como Pico do Cume) e a Pedra do Lopo, estrada que percorre região densamente florestada. Há uma interessante trilha dentro da mata que leva a todas as citadas pedras (foto2).

Tanto a estrada quanto a trilha propiciam a oportunidade de observação de aves florestais como Chamaeza ruficauda (Tovaca-de-rabo-vermelha,Rufous-tailed Antthrush), Dysithamnus xanthopterus (Choquinha-de-asa-ferrugem; Rufous-backed Antvireo), entre outras.

Já, chegando a qualquer uma das referidas pedras, tem-se uma vista privilegiada da região, principalmente da mata do lado de Joanópolis (fotos 3 e 4). É possível então observar aves de altitude como Knipolegus nigerrimus (Maria-preta-de-garganta-vermelha; Velvety Black-Tyrant), bem como gaviões e andorinhões, estes últimos em evoluções espetaculares. Também é um local excelente para constatações de espécies por meio da vocalização, já que o silêncio propicia ouvir o canto de aves da mata abaixo, assim como a mata de altitude atrás do observador posicionado virado para Joanópolis.

Há, ainda, uma interessante e bela lagoa natural (foto5) no topo da serra (talvez apenas aumentada pelas mãos humanas), onde é fácil ver aves que a procuram para saciar a sede.

Deve-se registrar a ocorrência do macaco sauá ou guigó (Callicebus personatus), espécie ameaçada cuja vocalização é muito ouvida nas matas mais densas da serra.

Estivemos por duas vezes na Serra do Lopo para observar aves, e constatamos em nossas poucas sete horas de observação 61 espécies (relação abaixo), para um universo que calculamos em cerca de 220 espécies. O que indica que o local é excelente para a salutar e sustentável prática de observação de aves, ou birdwating, o que deve ser incentivado como fator preservacionista e econômico para esta belíssima serra. por Antonio Silveira

ENGLISH ———————–

The “Serra do Lopo”  is a isolated fragment  mountainous part of the Mantiqueira complex, located in the municipality of Extrema-MG, Brazil, on the border with Joanópolis-SP, and south of the Jaragua dam, north of the Sierra Itapeva, east and west Joanópolis and Anhumas mountains.

Treat yourself to one of the most beautiful foothills of the Mantiqueira.

It has a complex forest interesting because it preserves remnants of Atlantic forest montana, as it has altitudes ranging from 900 to 1780 meters, maximum altitude in this or Pico do Cume ou Pedra do Cume, 22 ° 54’15 .32 “S/46 ° 20’40 .28″ W ( foto1).

It is a place very conducive to tourism for nature watching, especially for bird watching,  birdwatching or because aside from the main road that serves the maintenance of communication towers installed on top of the mountain, which is also used to access the Stones: da Torre, das Cabras, das Flores, do Cume (or Pico do Cume) and  Pedra do Lopo that runs through densely forested region.

There is an interesting trail through the forest that leads to all the aforementioned stones (photo2).  Both the road as the track with the opportunity to observe forest birds as Chamaeza ruficauda ( Rufous-tailed Antthrush) Dysithamnus xanthopterus ( Rufous-backed Antvireo) between other.

Already, reaching any of these stones, has a privileged view of the region, especially the forest side of Joanópolis. You can then watch birds altitude as Knipolegus nigerrimus ( Velvety Black-Tyrant), as well as hawks and swifts, the latter in spectacular developments.

It is also an excellent place for finding species through vocalization, as it provides the silence hear the singing of birds of the forest below, as well as the altitude forest behind the observer positioned facing Joanópolis.

There is also an interesting and beautiful natural lagoon  on top of the mountain (maybe only increased by human hands), where it is easy to see that the birds seek to quench their thirst.You should record the occurrence of titi monkey or Guigo (Callicebus personatus), endangered species whose vocalization is heard in the very densest forests of the Sierra.

We’ve been twice in the Serra do Lopo to watch birds found in our little seven hours of observation 61 species (link below), calculated for a universe in which about 220 species. This indicates that the location is excellent for healthy and sustainable practice bird watching, or birdwating, which should be encouraged as a factor for economic and preservationist this beautiful mountain.  by Antonio Silveira.

—————–

Lista preliminar e cumulativa  das aves da Serra do Lopo,Extrema,MG, por Antonio Silveira.

Preliminary and cumulative birdlist of Serra do Lopo, Extrema, MG, by Antonio Silveira.

obs: a lista consta as aves observadas nas duas visitas ornitológicas, em ordem alfabética pelo nome científico. Após uma próxima visita, mais detalhada, a lista será colocada nos moldes de nosso site, pela ordem de família.

Legenda: (1) = visita de 28/10/2006   (2) = visita de 05/11/2011

———————

Aratinga leucophthalma; Periquitão-maracanã; White-eyed Parakeet (1) (2)

 

Basileuterus culicivorus; Pula-pula; Golden-crowned Warbler (1) (2)

Basileuterus leucoblepharus; Pula-pula-assobiador; White-browed Warbler (1) (2)

Cathartes aura; Urubu-de-cabeça-vermelha; Turkey Vulture (1) (2)

Camptostoma obsoletum; Risadinha; Southern Beardless-Tyrannulet(1)

Chamaeza ruficauda; Tovaca-de-rabo-vermelha; Rufous-tailed Antthrush(1) (2)

Chiroxiphia caudata; Tangará; Blue Manakin (1)

Coereba flaveola; Cambacica; Bananaquit (1)

Columbina talpacoti; Rolinha-roxa; Ruddy Ground-Dove (1) (2)

Coragyps atratus; Urubu-de-cabeça-preta; Black Vulture (1) (2)

Crypturellus obsoletus; Inhambuguaçu; Brown Tinamou (1) (2)

Cyanocorax cristatellus; Gralha-do-campo; Curl-crested Jay (1)

Drymophila malura; Choquinha-carijó; Dusky-tailed Antbird (2)

Dysithamnus xanthopterus; Choquinha-de-asa-ferrugem; Rufous-backed Antvireo(1)

Elaenia mesoleuca; Tuque; Olivaceous Elaenia (1)

Euphonia chlorotica; Fim-fim; Purple-throated Euphonia (1)

Forpus xanthopterygius; Tuim; Blue-winged Parrotlet (1) (2)

Hylophilus poicilotis; Verdinho-coroado; Rufous-crowned Greenlet(2)

Knipolegus nigerrimus; Maria-preta-de-garganta-vermelha; Velvety Black-Tyrant(1)

Lathrotriccus euleri; Enferrujado; Euler’s Flycatcher (1) (2)

Leptodon cayenensis; Gavião-de-cabeça-cinza; Gray-headed Kite (2)

Leptotila verreauxi; Juriti-pupu; White-tipped Dove (1) (2)

Leucochloris albicollis; Beijo-flor-de-papo-branco; White-throated Hummingbird (1) (2)

Lochmias nematura; João-porca; Sharp-tailed Streamcreeper (1)

Mackenziaena leachii; Borralhara-assobiadora; Large-tailed Antshrike (2)

Milvago chimachima; Carrapateiro; Yellow-headed Caracara (1)

Myiarchus swainsoni; Irré; Swainson’s Flycatcher (1) (2)

Myiodynastes maculatus; Bentevi-rajado; Streaked Flycatcher(1) (2)

Neopelma chrysolophum; Fruxu; Serra do Mar Tyrant-Manakin (2)

Pachyramphus polychopterus; Caneleiro-preto; White-winged Becard (1)

Piaya cayana; Alma-de-gato; Squirrel Cuckoo (1)

Piculus aurulentus; Pica-pau-dourado; Yellow-browed Woodpecker (2)

Pionus maximiliani; Maitaca-verde; Scaly-headed Parrot (1) (2)

Pitangus sulphuratus; Bem-te-vi; Great Kiskadee (1) (2)

Poospiza lateralis; Quete; Red-rumped Warbling-Finch (1) (2)

Progne chalybea; Andorinha-doméstica-grande; Gray-breasted Martin (2)

Pygochelidon cyanoleuca;Andorinha-pequena-de-casa; Blue-and-white Swallow(1) (2)

Pyriglena leucoptera; Papa-taoca-do-sul; White-shouldered Fire-eye(1) (2)

Pyrrhura frontalis; Tiriba-de-testa-vermelha; Maroon-bellied Parakeet(1) (2)

Ramphastos dicolorus; Tucano-de-bico-verde; Red-breasted Toucan(1) (2)

Rupornis magnirostris; Gavião-carijó; Roadside Hawk (1) (2)

Saltator similis; Trinca-ferro-verdadeiro; Green-winged Saltator(1) (2)

Sittasomus griseicapillus; Arapaçu-verde; Olivaceous Woodcreeper (1) (2)

Spizaetus tyrannus; Gavião-pega-macaco; Black Hawk-Eagle (2) *

Stephanophorus diadematus; Sanhaçu-frade; Diademed Tanager(1) (2)

Streptoprocne zonaris; Taperuçu-de-coleira-branca; White-collared Swift (1) (2)

Synallaxis ruficapilla; Pichororé; Rufous-capped Spinetail (1)

Tangara desmaresti; Saíra-lagarta; Brassy-breasted Tanager (1)

Tangara sayaca; Sanhaçu-cinza; Sayaca Tanager (1) (2)

Turdus albicollis; Sabiá-coleira; White-necked Thrush (1) (2)

Turdus amaurochalinus; Sabiá-poca; Creamy-bellied Thrush (1) (2)

Turdus flavipes; Sabiá-una; Yellow-legged Thrush (1) (2)

Turdus leucomelas; Sabiá-barranco; Pale-breasted Thrush (1)

Turdus rufiventris; Sabiá-laranjeira; Rufous-bellied Thrush (1) (2)

Turdus subalaris; Sabiá-ferreiro; Eastern-Slaty Thrush (2)  **

Vanellus chilensis; Quero-quero; Southern Lapwing (1)

Veniliornis spilogaster; Picapauzinho-verde-carijó; White-spotted Woodpecker(1) (2)

Vireo olivaceus; Juruviara; Red-eyed Vireo(1) (2)

Xiphorhynchus fuscus; Arapaçu-rajado; Lesser Woodcreeper (2)

Zenaida auriculata; Pomba-de-bando; Eared Dove(1) (2)

Zonotrichia capensis; Tico-tico; Rufous-collared Sparrow(1) (2)

 

Obs: * ouvida vocalização ao fazer a trilha

** ouvida e gravada vocalização na mata na estrada de acesso às torres, mais ou menos na metade dela.

Turdus subalaris; Sabiá-ferreiro; Eastern-Slaty Thrush. Serra do Lopo,Extrema,MG,Brasil,05.nov.2011, por (by) Antonio Silveira. (ASIVS-AS-Aves-32)

Visitas

1- Primeira visita ornitológica: 28 de outubro de 2006.

Antonio Silveira acompanhado do guia de caminhadas Jeferson

Observações das 8:30 as 12:30 hs.

Tempo: sol temperatura em torno de 29º.

Caminhada da região da Pedra da Torre até a Pedra das Flores

Feitas observações também ao subir e descer de carro a serra, pela estrada principal.

 

2- Segunda visita ornitológica: 05 de novembro de 2011

Antonio Silveira acompanhado do engenheiro Ângelo Balcia.

Tempo: sol temperatura em torno de 28º

Observações das 9:00 as 12:00 hs.

Caminhada da região da Pedra da Torre até a Pedra das Cabras

Feitas observações também ao subir e descer de carro a serra, pela estrada principal.

Agradecemos a companhia do engenheiro ambiental Ângelo Baucia na visita de 05/11/2011

 

 

 

——————–

Algumas fotos do autor, do local (todas são da 2º visita):

foto3 e 4  – vista da mata da vertente Joanópolis

foto5 -a lagoa                                                                                                                      foto 6 o autor na visita de 05/11/2011

———–

Antonio Silveira: 07/11/2011. Last update em english 09.1.2013. 

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 20 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos

Notice: Undefined variable: display in /home/storage/5/7c/30/aultimaarcadenoe/public_html/wp-content/plugins/multi-column-tag-map/mctagmap.php on line 136

Notice: Undefined index: wpBannerizeStyleDefault in /home/storage/5/7c/30/aultimaarcadenoe/public_html/wp-content/plugins/wp-bannerize/Classes/wpBannerizeFrontend.php on line 43