Constatação do Mico-leão-preto em Angatuba

REGISTRO DO MICO-LEÃO PRETO (Leontopithecus chrysopygus) na ESTAÇÃO ECOLÓGICA DE ANGATUBA-SP  

1Durante expedição realizada em 7 de abril 2001, organizada pelo Programa Ambiental: A Última Arca de Noé, foi constatada na Estação Ecológica de Angatuba (S 23º 25’ 26”; W 48º 21’29” ), no Estado de São Paulo, uma das unidades de conservação administradas pelo Instituto Florestal paulista, a presença de um bando do raríssimo e ameaçado Mico-leão-preto ou Sauim-preto (Leontopithecus chrysopygus), conhecido em inglês por “black lion tamarim”. Segundo consta na literatura, o Mico-leão-preto está entre os animais seriamente ameaçados de extinção, inclusive estima-se que tenha cerca de apenas 1.000 indivíduos na natureza (Ronald M. Nowak. Walker’s Mammals of the World. Sixth Ed.The J.H.University Press, 1999). Participaram da expedição Antônio Silveira (pelo Programa Ambiental: A Última Arca de Noé), Antônio Cecílio Dias (responsável pela floresta da área) e Miguel Donizetti Morgado (funcionário da Estação Ecológica de Angatuba). Novas expedições serão realizadas para complementar o trabalho com fotos e filmes.

2- No Clipping do CEO foi noticiada a constatação do mico-leão preto (Leontopithecus chrysopygus) na Estação Ecológica de Angatuba-SP em expedição organizada por Antônio Silveira, do Programa Ambiental: A Última Arca de Noé, no dia 7 de abril de 2001.

3- A descoberta foi anunciada  Revista Horizonte Geográfica também.

—————-

Antonio Silveira: 2001. atualização 09-10-2020.

Temas Gerais

Temas Gerais Variados

Biblioteca

  • Atividades
  • Expediente
  • Mais de 25 anos de existência
  • Parceria / Apoio
  • Registros por espécie/Records by species
  • Sons da Natureza/Sounds of Nature
  • Videos